«Um sopro de primavera no inverno autraliano»

we_and_australians.JPG

É impressionante ver que mesmo do outro lado do mundo há algo que nos une e nos faz falar a mesma língua. Nós, grupo de Lisboa, após uma cansativa viagem de 24 horas, ficámos acolhidos em casas de famílias, próximas do centro da cidade que nos receberam da melhor maneira, oferecendo-nos toda a atenção possível. Mesmo estando longe, é o mesmo Espírito que nos une e nos faz quebrar a barreira da língua e da distância.


É impressionante ver que mesmo do outro lado do mundo há algo que nos une e nos faz falar a mesma língua. Nós, grupo de Lisboa, após uma cansativa viagem de 24 horas, ficámos acolhidos em casas de famílias, próximas do centro da cidade que nos receberam da melhor maneira, oferecendo-nos toda a atenção possível. Mesmo estando longe, é o mesmo Espírito que nos une e nos faz quebrar a barreira da língua e da distância.
É fácil comunicar em Sydney, não só pela língua, mas pelo Espírito que se vai recebendo de gestos, sorrisos e cânticos, escutados em cada canto da cidade. Pode dizer-se que Sydney é hoje a capital do mundo católico e que milhares de jovens de todo o mundo responderam “sim” ao convite do
Santo Padre, encontrando-se assim preparados para receber a força do Espírito Santo, num acto que já está a surpreender a Austrália e se prepara para surpreender o mundo!

Filipe Teixeira

Fonte: http://jornadasdajuventude.blogspot.com/