Cáritas preocupada com futuro dos jovens

A Cáritas Portuguesa e a Cáritas Europa vão apresentar esta terça-feira o relatório «Os jovens na Europa precisam de um futuro!», com um conjunto de 5 recomendações, a partir das 10h30, no auditório Mário Murteira, no ISCTE-IUL, em Lisboa.

A organização católica explica que o relatório “olha, de forma particular”, os grupos de jovens estudantes, trabalhadores, desempregados e portadores de algum tipo de deficiência.

“Promover níveis salariais dignos, prevenir a precariedade laboral, as irregularidades e a evasão fiscal nos contratos laborais” fazem parte das cinco medidas que vão apresentadas dia 27 de fevereiro.

No seu site, a Cáritas Portuguesa informa que uma das principais conclusões do relatório «Os jovens na Europa precisam de um futuro!» indica que as políticas adotadas nos últimos 10 anos “não terem conseguido a quebra de ciclos de pobreza geracional”.

Cáritas_relatório_2018 (2)

A Cáritas Europa alerta também para “um novo tipo de pobreza juvenil”, que chama de “Sinkies”, com jovens casais trabalhadores que “dificilmente conseguem suportar as suas despesas e que não podem construir uma família”.

Semana Nacional da Cáritas 2018

A apresentação do relatório internacional realiza-se na Semana Nacional da Cáritas, que começa hoje e termina dia 4 de março, com o tema «Uma Só Família Humana, Cuidar da casa Comum». A partir da próxima quinta-feira, dia 1 de março, é promovido o peditório público nacional que “contribuirá para o desenvolvimento das ações da Cáritas em Portugal”.

Na nossa diocese a direção da Cáritas de Setúbal convida à “participação, partilha e ajuda” que será “destinada aos mais desfavorecidos” da península sadina. [Informações das atividades no site da diocese]

Cáritas em Portugal é composta por mais de 1400 colaboradores profissionais, cerca de 100 dirigentes e conta com a colaboração regular de cerca de 250 voluntários e mais de 4 mil voluntários ocasionais.

Cáritas_2018 (1)